quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ROTINA PARA BERÇÁRIO - 1 A 2 ANOS


ROTEIRO DIÁRIO DO BERÇÁRIO I – 2013

1. Acolhida e músicas:

            - Acolhida deve ocorrer de forma com que a criança sinta segurança ao entrar na sala do berçário. Evite a recusa dela oferecendo algo que ela goste como: Bolacha, chá, suco, um brinquedo em especial, convide-a a escolher uma música na qual ela esteja mais familiarizada (crianças adoram a galinha pintadinha).
            - Deve-se retirar e ler possíveis observações nas agendas tão logo a criança chegue.
- Ofereça chá a todas as crianças. Também no decorrer do dia: chá, água e suco.
            - Ao iniciar a rotina do berçário comece com músicas suaves para que as crianças possam relaxar e se sentir mais tranquilas no ambiente. A partir das 7:00 horas da manhã inicie com músicas tranquilas continuando até às 9:00 horas. Após esse período anime as crianças com musicas de entrada: Bom dia coleguinha, que dia é hoje, chamadinha (músicas que falem o nome das crianças Ex.: ”Se Eu Fosse um Peixinho”, “A Canoa Virou”, “Ciranda, Cirandinha”, “Fui no Itororó”, Se Você Está Contente”, “O Sapo não Lava o Pé”, “Fui Morar Numa Casinha”).
            - A música deve ser constante e apropriada para esta fase de idade.
            - Durante o horário de o soninho permanecer com música calma e levemente baixa.
            - Ao se preparar para a saída das crianças coloque músicas suaves para mantê-las tranquilas enquanto aguardam a troca e higiene.

2. Integração da professora e auxiliar com a criança:
            - A “professora” e a “auxiliar” devem estar atentas aos conflitos em sala de aula e procurar resolve-los de forma que leve a criança a entender que aquilo não está certo e mostre a ela como deve proceder diante da situação.  A repetição deste ato contribuirá para o amadurecimento da criança auxilia-la nesse processo.
            - Deve-se evitar o colo para que as crianças se habituem à rotina de atividades com mais eficiência. (Podem ocorrer momentos em que o colo se faz necessário, mas não uma regra).
            - A auxiliar deve interagir constantemente com todas as crianças, criando assim um vinculo permanente de confiança e afetividade com elas.

3. Palavrinhas mágicas:
- Utilize sempre palavras como: Por favor, Com licença, Obrigada, etc.
- A criança aprende boas maneiras geralmente com quem ela convive mais, no caso: professora e auxiliar.

4. Higiene:

Higienização / e escovação de dentes
- Escovar os dentes das crianças deve ser seguido como uma rotina diária, realizada com tranquilidade e permitindo que elas manipulem suas escovas. (A professora e a auxiliar devem escovar os dentes das crianças utilizando creme dental apropriado para a idade – sem fluor).
- Faça a higienização das mãos e rosto da criança, principalmente do nariz, durante todo o dia, principalmente nos momentos das refeições. Obs.: Lave as mãos ou aplique álcool sempre que realizar este procedimento.

Material de higiene pessoal do aluno
- Lenços umedecidos, sabonete, creme dental, lenço de papel, etc., devem ser utilizados com prudência sem que haja o desperdício dos mesmos.
- Opção de consumo de lenços umedecidos tipo toalha: use de um a dois lenços para a limpeza quando a criança fizer “xixi”. Para a limpeza do “cocô” utilizar de dois a três lenços, isso porque a maior parte o excesso de “cocô” pode ser retirada com a própria fralda. Em alguns momentos será necessário utilizar um ou dois lenços a mais. Caso a criança esteja muito suja é preferível lavá-la.

Troca de fraldas
            - Realize as trocas de fraldas com carinho e interagindo com a criança utilizando o material que foi enviando especificamente para ela.
            - É importante trocar a fralda do bebê várias vezes ao dia, porque o acúmulo da urina e a presença das bactérias nas fezes podem irritar a pele e provocar assaduras.
- Os bebês fazem “cocô” várias vezes por dia, e fazem “xixi” de hora em hora, ou em intervalos de no máximo três horas.
- As fraldas descartáveis costumam absorver bem a umidade, por isso é difícil avaliar se elas estão cheias de “xixi” ou não. Experimente colocar o dedo (limpo) dentro da fralda mais ou menos a cada duas horas, para ver se ela não está molhada demais. Ou sinta se a fralda parece "pesada".
Antes de começar, lave bem suas mãos e veja se tem à disposição tudo o que vai precisar:
• Um lugar seguro para fazer a troca, com um trocador impermeável, de fácil limpeza
• Uma fralda limpa
• Um saco ou uma lata de lixo para jogar a fralda suja
• Algodão e água morna ou lenços umedecidos, obedecendo a necessidade de cada criança
• Pomada contra assaduras
• Uma troca de roupa limpa à mão para o caso de a fralda ter vazado, ou de acontecer algum "acidente" no meio da troca
• Um brinquedinho para atrair a atenção do bebê
• Uma toalha de banho caso seja necessário lavar o bumbum da criança.

Como se faz a troca?
1 - Solte as fitas adesivas da fralda e as dobre sobre si mesmas, para não grudarem na criança, mas ainda não retire a fralda suja.
2 - Levante as pernas da criança e dobre à fralda para debaixo dele, aproveitando para tirar a maior parte do “cocô” com a própria fralda.
3 - Limpe a parte da frente da criança com um algodão embebido em água morna ou com um lenço umedecido. Nas meninas, limpe sempre da frente para trás, para não deixar as bactérias das fezes entrarem na vagina.
4 - Levante as pernas da criança e limpe bem o bumbum dela.
5 - Tire a fralda suja debaixo dela e coloque a limpa. A parte com as fitas adesivas deve ir embaixo do bumbum da criança. Tente deixar a parte entre as pernas bem esticada evitando que a fralda fique torta no corpo dela.
6 - Passe um creme antiassaduras na parte da frente e no bumbum, anus e se verificar algum “vermelhidão” não região onde a fralda tenha contato. Esse tipo de pomada costuma ser grudento, então aproveite e limpe o seu dedo na própria parte de dentro da fralda, antes de fechá-la.
7 - Feche a fralda limpa com as fitas adesivas, deixando-a justa, mas não apertada. Se você colocar o pênis do menino para baixo, evita vazamentos por cima da fralda. Mas há meninos que se sentem mais confortáveis com o pênis para cima. Verifique os elásticos das pernas para ver se não estão dobrados para dentro ou a fralda está descentralizada (torta).
8 - Enrole a fralda suja numa bolinha, feche com as fitas adesivas e a jogue no lixo logo após a troca, evitando o acumulo de fraldas no interior do berçário.
9 - Vista o bebê e lave bem as mãos. Pronto!
10 - O mais importante ao trocar a fralda da criança é usar de bom senso. Seu objetivo é mantê-la o mais e seco e confortável possível. Evite fraldas tortas e desajustadas.

5. Limpeza o organização:
- Mantenha o berçário limpo e organizado, não acumular fraldas, mamadeiras e outros utensílios que devem ser retirados do berçário logo tenham sido utilizados e realizar sua limpeza seguindo os procedimentos de higienização.
- Após utilizar o lactário deixe-o limpo, organizado e apropriado para a utilização do mesmo quando necessário. Balcão e cuba de inox.
- Logo após o soninho, os berços devem ser organizados e as roupas de cama (na sexta-feira) retiradas e guardadas nas bolsas dos alunos. Nesse momento abra as janelas. Quanto aos colchões (nos fins de semanas) levantá-los para tomar um ar e reorganiza-los na próxima utilização.
- Após tocar as roupas da criança, guarda-la no saquinho apropriado para roupas sujar e passar uma água para retirar os resíduos quando houver.
- Manter as bolsas organizadas, não colocar roupas espalhadas ou “empelotadas” em seu interior. As mesmas devem estar dobradas.

6. Solário/Dormitório
- Não permita que as crianças fiquem desacompanhadas na área externa (solário) da sala.
            - Proporcione um momento de descontração e liberdade para as crianças, sempre supervisionando seu comportamento e possíveis riscos quanto as laterais que cercam o solário.
            - Se posicione de forma que possa visualizar todas as crianças.
            - Movimente-se pelo espaço.
            - Evite a exposição direta ao sol da criança em horários não apropriados.

7. Alimentação:
- Lave bem as mãos antes de manipular ou servir os alimentos às crianças, cuide também da higiene das crianças antes e durante sua alimentação.
- Não permita que as crianças compartilhem copos de água, chá ou suco, bem como mamadeiras e talheres no momento das refeições.
- Não ofereça alimentos fora dos horários para as crianças, salvo quando se fizer necessário e comunicado à coordenação antecipadamente.
- Ao servir a criança coloque na colher a quantidade necessária para ela poder mastigar. Não encha demais evitando engasgamento ou que ela rejeite o alimento por ser uma quantidade superior à adequada.

8. Exploração dos objetos (brinquedos) e brincadeiras:
            - Permitir que as crianças brinquem livremente pela sala, escolhendo seus brinquedos. Nesse momento a criança de ser estimulada a brincar, dividir, compartilhar e a vivenciar o faz de conta, ou seja, brinque também junto com elas.
            - Não reprimir a criança quanto à disputa por brinquedos e/ou outro objeto como livros, almofadas, giz de cera, gangorra, etc. Faça desse momento a oportunidade para trabalhar a sociabilidade entre as crianças, sendo sempre gentil e utilizando palavras em tom amigável (nunca utilize tom de ameaça ou intimide o aluno).

9. Material pedagógico – Brinquedos:
            - Os brinquedos devem ser guardados por categoria (jogo de panelinhas, peças de encaixe, carrinhos, bonecas, brinquedos sonoros, etc), cada qual em um recipiente individual.
            - Realize a higienização dos brinquedos sempre que necessário.
            - Cuidado com brinquedos que podem oferecer riscos às crianças. Ex.: brinquedos que contenham peças muito pequenas e que se soltem com facilidade, brinquedos que soltem tinta, etc.
            - No momento de guardar os brinquedos, não os junte com os pés, vassoura ou rodo.

10. Material pedagógico – Para o desenvolvimento das atividades:
            - O material pedagógico deve ser conferido no ato da entrega pelos pais e guardados em local seguro, evitando o livre acesso das crianças.
            - Sua utilização será de acordo com as necessidades da professora, ficando ao seu critério a forma de separá-lo e aplicá-los em nas atividades.
            - O material pedagógico é de uso exclusivo nas atividades desenvolvidas para os alunos.

 11. Desenvolvimento e aplicação das atividades pedagógicas:
            - As atividades devem ser desenvolvidas e aplicadas no ambiente escolar.
            - O material a ser utilizado no desenvolvimento das atividades é de responsabilidade da professora. Em casos que haja necessidade solicitar antecipadamente material extra à coordenação.

12. Saída dos alunos:
            - Após a janta dê início à higienização das crianças, realize a troca das fraldas observando a limpeza de seus rostos, mãos, pés e arrumando seus cabelos.
            - Preencher as agendas com as informações finais do dia.
            - Oferecer água a todas as crianças.
             - Verifique constantemente as fraldas para que os pais não necessitem aguardar mais que o necessário pelo seu filho.
            - Observe se todos os pertences dos alunos estão guardados em suas bolsas.
            - Quando uma criança estiver sendo entregue aos seus pais a auxiliar deverá dar atenção e cuidados às demais, evitando se ausentar da sala isso em todos os horários.
            - Proporcione um ambiente agradável a fim de evitar que as crianças se estressem enquanto aguardam seus familiares.
- Entregue a criança apenas à pessoa autorizada a retirá-la da escola.
- Em caso de uma pessoa desconhecida, mas mencionada na agenda, solicite um documento com foto e confira os dados atentamente. Em caso de dúvida não entregue o aluno.
- Evite prolongar conversas na entrada e saída, se necessário marque um horário com o interessado.
http://www.pampers.com.br/Troca-de-fralda
http://brasil.babycenter.com/e1500181/guia-da-troca-de-fralda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário